Um vírus chamado Internet.

Quando Katilce agitou os mares da Internet com mais de 160 mil scraps – recados – no seu Orkut em menos de 24hs, somente os mais antenados perceberam o que aquilo realmente significava. Isso aconteceu em fevereiro de 2006 após o show da banda irlandesa, U2, no Brasil. Depois veio o famoso curta “Tapa na Pantera” com a hilariante Maria Alice Vergueiro, em seguida o caliente video da musa Daniela Cicarelli e assim o “Efeito Katilce” se instalou no ciberespaço. É possível listar uma série de exemplos que vão desde comunidades orkutianas como “Obina facts” até centenas de videos youtubianos vistos por milhões de internautas.

Sim, mas e dai? O que esses eventos têm em comum? Essas são mais algumas provas de que a comunicação realmente esta repaginando sua existência. Por enquanto essa transmutação atinge apenas a Internet e os eventos vistos até então são de ambito social. Orkut e Youtube são – por enquanto – os pilares desse movimento que podemos rotular de : viralidade comunicativa. Essa viralidade somente é possível devido ao reposicionamento do mercado Web. A partir do momento que o usuário – receptor – torna-se o protagonista dentro do “flow comunicativo” ações virais vem à tona e se multiplicam.

Seguindo essa linha de raciocínio torna-se mais simples decifrar as inteções, reais, da Google. Se a proposta, implicita e camuflada, da empresa é criar uma nova forma de publicidade a viralidade é uma fórmula promissora. Por isso que o Orkut e o Youtube são ferramentas tão estratégicas para a gigante. A partir dessas duas plataformas torna-se possível a criação de um mercado de publicidade viral. Não podemos esquecer, nunca, que a própria ferramenta de busca Google foi divulgada através da viralidade com investimentos baixissímos – ou até mesmo nulo – em publicidade convencial.

Agora, falta apenas um publicitário ousado arriscar e transformar o consumidor na própria midia. Assim o receptor passará a ser o difusor da mensagem para uma marca que aprenda a usar a força de uma mobilização viral à seu favor. O primeiro gênio que conseguir dominar a viralidade na Internet, terá contribuído de forma brilhante na construção da história da comunicação na Era da Informação.

Quem se habilita?

Uma resposta a Um vírus chamado Internet.

  1. Tigre diz:

    O YouTube é o novo Big Brother, só que o poder está pulverizado basta uma câmera na mão e uma boa idéia, muita coisa nova ainda está para surgir.

    Adorei o Blog!!
    Abs!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: