Existe um “prosumer” dentro de você?

Todo novo conceito desencadeia uma terminologia particular, na Web 2.0 isso não poderia ser diferente. Depois do ano de 2004, quando a Web 2.0 tornou-se popular veio à tona um novo palavriado para classificar técnologias, tendências e comportamentos que se relacionassem ao novo fenômeno. RSS, AJAX, Tableless, Wiki e muitos outros termos ganharam evidência nessa nova onda da Internet.

A partir de um dos principais pilares da Web 2.0 – a participatividade – surgiu a expressão “prosumer”. A construção desse termo se deu a partir da contração de dois outros termos; “Producer” com “Consumer”. Dessa forma, um prosumer é um “Produtor Consumidor”. Parece bastante conflitante o fato de alguém poder produzir e consumir algo ao mesmo tempo – no caso da Internet informação e conteúdo -, mas não é. Assim, um prosumer consome informação e produz conteúdo de alta qualidade.

A Wikipédia, enciclópedia virtual colaborativa, é totalmente atualizada e expandida pelos seus usários/colaboradores. Claro que não é qualquer tipo de informação que é publicada, existe todo um processo de apuração para garantir que as informações publicadas sejam relevantes e verdadeiras. Existe um preocupação muito grande em garantir um conteúdo de qualidade e com alta credibilidade. Isso faz com que o usuário/visitante utilize o site como fonte de pesquisa e não obtenha informações incorretas. Assim os prosumers são os colaboradores da Wikipédia, gerando um conteúdo de alta qualidade e credibilidade.

Outro exemplo, há pouco menos de três meses a Globo.com lançou seu fotolog o 8p. A princípio a ferramenta é muito semelhante à um fotolog no estilo do Flickr. Mas o 8p rapidamente ultrapassou a fronteira de ser uma simples ferramenta para os usuários postarem suas fotos e se relacionarem com outros usuários. O 8p é utilizado editorialmente pela Globo.com, tanto para gerar conteúdo oficial – atualizado pelos jornalistas – quanto para conteúdo colaborativo, onde o usuário insere as fotos.  Atualmente é o globoesporte.com que esta utilizando a ferramenta para esse fim, mas a tendência é todas as editorias criarem conteúdos colaborativos e oficiais a partir do 8p.

Assim, em tempos de Web 2.0 – repito -, o usuário quebra o paradigma de ser apenas o receptor da informação e passa a ser também o autor (emissor). Provando por A+B que a Internet realmente mudou o rumo da comunicação on-line e, começa a mudar, também, o rumo de toda a comunicação. Aproveite a tendência e explore o prosumer que existe dentro de você.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: