As primeiras impressões, reais, do iPhone

mcworld.jpg

Ontem, após o “keynote” de Steve Jobs, na Macworld 2007 em São Francisco, o repórter do New York Times, David Pogue, encontrou-se com o pai do iPhone, Steve Jobs. Nesse encontro Pogue teve a oportunidade de “brincar” com a tão cobiçada maravilha.

Depois da sua experiência Pogue escreveu uma matéria descrevendo algumas características do iPhone que, segundo ele, só podem ser percebidas e avaliadas operando o novo gadget.

A seguir traduzo as impressões do repórter publicadas em seu artigo no NYT.

  • A sensação de segurar o iPhone é fantástica. Não parece com um iPod tampouco com o Palm Treo – mas algo realmente inovador. O aparelho é realmente muito fino na sua espessura, e suas bordas de aço arredondadas são bastante lisas, dessa forma podemos perdoar o fato de sua superfície ser maior que a do Treo. Quando você está em uma ligação, é muito interessante como a tela se desliga para economizar energia, graças ao sensor que detecta a proximidade com o ouvido.

  • Você, realmente, pode operar o iPhone com as pontas do dedo. Os botões aparecem na tela clicável, os únicos botões “físicos” são os de aumentar e diminuir volume, ligar e desligar o toque do telefone, colocar o aparelho em estado de hibernação e ativado além do botão Home.

A Apple testou inúmeros tipos de vidros, tentando encontrar um que não tivesse a superfície demasiadamente lisa ou áspera, ou deixasse muitas manchas ou rastros da interação dos dedos com o visor. O problema da manchas não foi totalmente resolvido, contudo é muito fácil remove-las.

  • Durante o único teste de ligação, feito por Pogue, a qualidade do som estava alta e clara. Claro, o local e a qualidade do sinal – da Cingular – serão variáveis e interferirão na qualidade do som quando o protótipo se tornar um produto.
     

  • A digitação é difícil. As teclas são apenas imagens impressas por detrás da tela de vidro, então, certamente não existe um feedback tátil ao pressionar uma tecla.

O Software de digitação ajuda bastante. Você pode cometer muitos erros de digitação enquanto digita uma palavra, mas o software analisa quais as teclas você “pensou” em apertar e disponibiliza a palavra que você “gostaria”. A melhor suposição aparece abaixo do que você digitou, basta pressionar a tecla de espaço para aceitar a palavra sugerida e continuar a digitação. Pogue digitou algumas mensagens de e-mail com várias palavras diferentes, a maior parte das palavras digitadas tiveram 100% de acerto entre a “vontade” de Pogue e a sugestão do software. Apesar de não ter testado nomes próprios o jornalista ficou com uma excelente impressão do software de auto-correção do iPhone.

  • Realmente, o telefone não estará disponível antes de junho, por isso alguns dos aplicativos do aparelho ainda não estão finalizados.  Durante seu teste David Pogue navegou por cantos obscuros da interface, o próprio Steve Jobs apontou algumas vezes funcionalidades onde apenas a interface gráfica estava finalizada.

  • Em ambas as ocasiões – tanto durante a palestra, quanto no teste de Pogue – a velocidade da internet estava boa, não maravilhosa, mas boa. Contudo todo o teste foi realizado com a tecnologia Wi-Fi, não com a vagarosa rede EDGE da Cingular. Pogue não pôde descrever como seria a velocidade da rede quando conectada através das ondas aéreas do celular. De novo ele frisa: “Eu utilizei um protótipo no qual os softwares ainda estão sendo desenvolvidos. Vários ajustes finos ainda serão realizados entre o dia de hoje (09/01) e o dia do seu lançamento em junho”.

  • A câmera também foi testada. Realmente é muito gratificante tirar fotos com uma ENORME tela de 3,5 polegadas; é raro encontrar câmeras com um tela desse tamanho. O tempo de “refresh” – entre o clique de uma foto, o armazenamento e adisponibilização da câmera para um novo clique – lhe pareceu o típico de aparelho celulares que possuem câmera, mas Jobs afirmou que esse tempo será muito menor até o dia do lançamento, este é mais um dispositivo que esta sendo finalizado.

  • A experiência com o browser é incrível. Você consegue ver toda a Web Page na tela do iPhone. Com um duplo clique em qualquer ponto você faz um zoom. Ou, usando os dois dedos você compacta o tamanho da imagem, ou preciona com o polegar e o indicador para fazer um zoom out. A animação é sem emenda, perfeitamente sincronizada, não congela. Usando o Google Maps para pegar direções e mapas, por exemplo, essa funcionalidade é anos luz mais simples e muito mais poderosa que em qualquer outro aparelho, graças a essa página “elástica” e a tecnologia de compactação de imagem.

Foi dessa forma que David Pogue descreveu seu primeiro contato com o tão sonhado iPhone. Nós mortais teremos essa oportunidade, apenas, a partir de junho. Por enquanto devemos nos contentar em sonhar…

iPhone

5 respostas a As primeiras impressões, reais, do iPhone

  1. rsandrin diz:

    Belo artigo, o iPhone vai ser algo bem distante das mãos brasileiras… vai levar um bom tempo pra alguma operadora disponibilizar um aparelho como estes pra nós.

  2. Carla Silva diz:

    Belo artigo e aspecto bem apontado pelo rsandrin: o preço vai dificultar um pouco mesmo, como tudo da Apple. Aliás sugiro um post sobre como isso pode afetar a procura pelos aparelhos da marca, como o Macbook, por exemplo. Estão sabendo de uma promoção do Cornetto que vai dar um Macbook pro vencedor (em http://www.cornetto.com.br)? Acho que ela é uma boa alternativa pra quem quer um, mas não dispõe da grana pra comprar, que aliás não é pouca.
    Abraço

  3. Itachi-chan diz:

    Muito bom o artigo. O iPhone parece ser realmente incrivel… agora só falta esperar o que a Microsoft vai fazer a respeito.

  4. natanhc diz:

    Realmente só nos resta esperar, e muito… mas até lá muita coisa pode acontecer, só DEUS sabe que outras novidades vão chegar com iPhone, o post está muito bom.

  5. Pbl diz:

    Muito legal!!!!
    Agora é só ir juntando dinheiro até junho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: